14 de janeiro de 2010Autoteca

Livros velozes: A Saga dos Fittipaldi

Capa do livro "A saga dos Fittipaldi, de Lemyr Martins - Imagem: divulgação Panda BooksPoucos sobrenomes deixaram uma marca tão forte na história do automobilismo como este. Reconhecidos em qualquer parte do mundo, os Fittipaldi são uma família com velocidade no DNA, algo que vem há décadas passando de geração em geração, como uma espécie de destino inquestionável. A partir do patriarca Wilson, primeiro do clã nascido no Brasil, uma verdadeira saga se desenrolou, com histórias escritas em diversas categorias, dentro e fora das pistas.

Coube a Lemyr Martins, autor de outras publicações do ramo motorizado, ouvir, a partir do fim do século XX, cada figura-chave da família nas pistas. A intenção, reunir em uma só obra um apanhado biográfico individual e coletivo de Wilson, Wilsinho, Emerson, Christian e também das mulheres/mães ligadas a eles, caso de Dona Juze, Maria Helena, Susy e até mesmo Tereza, segunda mulher de Emerson, cuja ilustração não aparece na contracapa, junto às outras três. Personagens repletos de bagagem afetiva, verdadeira origem do livro “A Saga dos Fittipaldi”.

Como tempero aos depoimentos recentes, Lemyr somou declarações colhidas por ele próprio na época em que os irmãos Emerson e Wilsinho estavam na ativa na Fórmula 1, assim como a ocasião dos primeiros passos de Christian no kart. O resultado é um livro riquíssimo em histórias, às vezes pouco ordenadas, a respeito destes personagens, em especial a ala masculina. Isso porque as memórias das mulheres são basicamente calcadas em bastidores das aventuras de seus companheiros e filhos no mundo do automobilismo – especialmente as privações dos tempos difíceis e o sofrimento com os acidentes de percurso. Que começaram com Wilsão, ainda nos anos cinquenta, numa corrida de moto que ele resolveu irradiar enquanto competia – algo que evidentemente não terminou bem.

Por motivos óbvios, a trajetória do bicampeão mundial de Fórmula 1 e bicampeão das 500 Milhas de Indianápolis Emerson Fittipaldi acaba tomando grande parte do conteúdo, tanto na área dedicada somente ao ex-piloto, quanto nos demais capítulos. Mas, exceção feita a Christian, a quem foram dedicadas meras 13 páginas, todos os demais estão devidamente radiografados no livro. Que, como outras obras de Lemyr, peca nos mesmos pontos: imprecisão de informações sobre datas, corridas e carros, além de erros imperdoáveis no generoso encarte de fotos em papel couché que ocupa as páginas finais.

Há de se ressaltar, além da iniciativa de escrever a história de uma família tão importante, o belo trabalho de resgate da memória do projeto do Fórmula 1 brasileiro, modelo a modelo. Trecho que traz depoimentos de Ricardo Divila, Chico Serra e Ingo Hoffmann, alguns dos envolvidos na epopeia do Copersucar-Fittipaldi, que trouxe mais dores de cabeça do que glórias aos irmãos construtores. Afinal, biografias não são feitas apenas de bons momentos. E, neste aspecto, o autor acertou em cheio na dose.

Ficha técnica
Título: A Saga dos Fittipaldi
Autor: Lemyr Martins
Editora: Panda Books
Formato: 13,5 x 20,5 cm
Páginas: 382 (+ encarte de fotos)
Lançamento: 2004 (a R$ 59)

Texto
Alexander Grünwald – About Grün

Todas as quintas o Fórmula Grün publica a seção Autoteca, analisando publicações dedicadas ou relacionadas ao esporte a motor, como selos, games, filmes e livros. Caso queira ter uma resenha publicada neste espaço, envie seu texto para alex@formulagrun.com.br, sem se esquecer de acrescentar a ficha técnica do material e a imagem para ilustrar o post. A ordem de publicação obedece a critérios editoriais, priorizando a qualidade dos textos e a relevância das obras.

Esta entrada foi escrita emAutoteca e tags , , , , , , , , , . Bookmark o permalink. Comentar ou deixar um trackback:Trackback URL.

Um Comentário

  1. jugger
    Escrito 22 de janeiro de 2010 em 20:37 | Permalink

    esse lemyr não é aquele que publicou uma estória absurda sobre a corrida da austria 2002?? E você endossa?? Tô fora…

Comentar

Seu email nunca será publicado ou distribuído. Campos requeridos estão marcados com *

*
*

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Jornalista, 35, blogueiro, carioca, taurino, apaixonado e pseudopiloto de kart.